Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Me, myself & EM

O meu blog :) Finalmente!!! Espero que possa contribuir, de alguma forma, com alguma "ajudinha" a toda a gente que padece e partilha de EM (ou a dita cuja, Esclerose Múltipla). A todos, desejo: "Um dia de cada vez"!

Me, myself & EM

O meu blog :) Finalmente!!! Espero que possa contribuir, de alguma forma, com alguma "ajudinha" a toda a gente que padece e partilha de EM (ou a dita cuja, Esclerose Múltipla). A todos, desejo: "Um dia de cada vez"!

Alimentos "desinflamatórios"

Screenshot_2019-07-07-11-29-08-927_com.pinterest.p

 

Muito se fala em alimentação nos dias de hoje, sem realmente se chegar a grandes conclusões. Tenho ouvido falar em várias dietas do momento, como paleo, jejum intermitente, keto, e a lista é interminável. Eu não sigo nenhuma dieta. Até porque acho que deveremos comer um pouco de tudo e a variabilidade acaba por ser um pouco o ponto chave aqui. Yeahhh, rebeldia! Há seis anos, sensivelmente, consultei uma nutricionista, porque estava numa fase muito má da doença. Talvez tenha sido aqui o meu ponto de inversão, já que tive três surtos de seguida, com um espaço de três semanas de intervalo entre cada um. Decidi procurar nessa altura, algumas alternativas que me conseguissem dar mais estabilidade e encontrei várias coisas sobre a alimentação. Isto porque, há vários alimentos por exemplo, potenciadores de inflamação ao nível das células. O que é que é pretendido no nosso caso? Ter o mínimo de inflamação possível. Assim, quando cheguei à nutricionista, expus-lhe o meu caso e pedi-lhe uma alimentação que assentasse basicamente em alimentos que diminuíssem a inflamação de células. A este nível, esta matéria é muito vasta e tive que encontrar também aqui, um meio termo. O leite, por exemplo é um dos alimentos que mais potencia a inflamação de células, assim como, os açucares, gorduras saturadas, glúten… Assim, acabei por introduzir mais vegetais e por seguir uma alimentação mais equilibrada. Claro está, que não faço disto um fundamentalismo, quando é para fazer disparates, também se fazem, mas com peso e medida. Há uma médica americana, Terry Wahls, que fala sobre isto e que ajuda se quiserem perceber um pouco mais. Segundo ela, os principais alimentos que se deveriam incluir seriam, vegetais ricos em enxofre, ómega 3, fruta e vegetais de diferente cores, carne de animais herbívoros e algas. Não cheguei a comprar os livros dela, mas há muita informação que dá para aceder e fazermos nós próprios. Há uns anos, li também um artigo que referia que a canela, tinha diminuído em 70% as lesões em ratos, logo, poderia ser considerado um medicamento natural nos próximos anos. A partir daí, decidi colocar sempre um pouquinho de canela no café diariamente. O que é certo, é que desde então, tive em 6 anos, um surto. Mas atenção, mudei mais coisas para além da alimentação, logo não a poderei considerar uma mudança totalmente isolada. Por isso, mais uma vez recomendo, meio termo nas coisas minha gente, meio termo…

2 comentários

Comentar post