Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Me, myself & EM

O meu blog :) Finalmente!!! Espero que possa contribuir, de alguma forma, com alguma "ajudinha" a toda a gente que padece e partilha de EM (ou a dita cuja, Esclerose Múltipla). A todos, desejo: "Um dia de cada vez"!

Me, myself & EM

O meu blog :) Finalmente!!! Espero que possa contribuir, de alguma forma, com alguma "ajudinha" a toda a gente que padece e partilha de EM (ou a dita cuja, Esclerose Múltipla). A todos, desejo: "Um dia de cada vez"!

Avonex

 

Como disse, há várias medicações hoje em dia que podem ser tomadas. Normalmente, há os de primeira linha e quando estes deixam de fazer efeito, passamos então aos de segunda linha. Eu comecei com o Interferon Beta- 1a (Avonex), que consiste em seringas pré-cheias para se injectarem uma vez por semana. Como são injecções intra-musculares (aplicam-se directamente no músculo), inicialmente não conseguia fazê-lo a mim própria e precisava de ajuda. Podem recorrer a essa ajuda no centro de saúde ou pedir a alguém próximo que aprenda para vos facilitar neste processo. Como não gosto de estar dependente de outras pessoas e como na altura as coisas assim se proporcionaram, tive de aprender a injectar-me a mim própria. No hospital podem dar-vos um aparelho em que se emparelha lá a seringa e pumbas é só carregar no botão. Assim conseguia injectar-me directamente na coxa. Este processo, aviso que às vezes era um pouco moroso. Isto porque a agulha era grande e ficava ali a olhar para ela alguns minutos até arranjar coragem para carregar no botão. O psicológico é tramado… Com o Avonex “privei” durante dois anos. Em que todos os fins de semana ficava com dores musculares, febre e sintomas semelhantes a uma gripe. Para mim até agora, foi a pior medicação que já tive de tomar por isso. Porque incapacitava-me a sério devido às reacções adversas. Tinha também várias infecções urinárias, devido ao organismo ter as defesas mais embaixo e a sensação era de estar sempre doente. Após isso tive um período em que a doença decidiu dar o “ar da sua graça” e tive três surtos de seguida, com espaçamento de três semanas entre eles. Assim, lá se foi o Avonex à vida.

As I said, there are several medications these days that can be taken. Normally, there are the first line and when they fail to take effect, we then move to the second line. I started with Interferon Beta-1a (Avonex), which consists of pre-filled syringes to inject once a week. Because they are intramuscular injections (apply directly to the muscle), I initially could not do it myself and needed help. You can use this help at the health center or ask someone close to you to learn to facilitate you in this process. Because I do not like to be dependent on other people, and as things were like this at the time, I had to learn to inject myself. In the hospital they can give you a device in which the syringe and pigeons are paired there is just to press the button. That way I could inject myself directly into the thigh. This process, notice that sometimes was a little time consuming. This was because the needle was large and stood there looking at it for a few minutes until he had the courage to press the button. The psychological is plotted ... With Avonex, I taked it for two years. Where every weekend he had muscle pain, fever, and flu-like symptoms. For me so far, it was the worst medication I ever had to take for this. Because I was seriously incapacitated by adverse reactions. He also had several urinary tract infections, because his body had the lower defenses and the feeling was that he was always sick. After that I had a period when the disease decided to give the "air of your grace" and I had three outbreaks next, spacing three weeks between them. So, there the Avonex went to life.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.