Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Me, myself & EM

O meu blog :) Finalmente!!! Espero que possa contribuir, de alguma forma, com alguma "ajudinha" a toda a gente que padece e partilha de EM (ou a dita cuja, Esclerose Múltipla). A todos, desejo: "Um dia de cada vez"!

Me, myself & EM

O meu blog :) Finalmente!!! Espero que possa contribuir, de alguma forma, com alguma "ajudinha" a toda a gente que padece e partilha de EM (ou a dita cuja, Esclerose Múltipla). A todos, desejo: "Um dia de cada vez"!

Friends & Family

Dizem que é em momentos difíceis que conhecemos os verdadeiros amigos, pessoalmente tive a prova disso. Não sei se tinha conseguido superar as coisas se não fossem eles, da mesma maneira que hoje em dia tenho completa noção de que não sei viver sem eles. Tenho inúmeras “muletas” e são eles um dos pilares mais importantes da minha vida.

Poderia descrever aqui as inúmeras acções de apoio que tive e tenho de cada um até agora, mas acho que nunca lhes faria juz. Às vezes, há pequenas atitudes que parecem quase insignificantes, mas até hoje não sei descrever o quanto essas atitudes significam para mim. Lembro-me de me ligarem todas as semanas para saber como estava depois de levar as injecções semanais. Realmente, há atitudes que não têm preço e felizmente acho que poderia ficar aqui meses a falar sobre tudo o que tive e tenho de fantástico e que flui diariamente de todos.

Como conselho posso dar este: “encham-se de pessoas à vossa volta nestes momentos”. Não pessoas, pessoas, mas família. Em família englobo todos os que estão no coração, sejam de sangue ou não. A família que nós escolhemos. Aquelas pessoas que vão estar sempre lá, independentemente de tudo. A eles, dedico este texto. Não preciso mencionar nomes, porque acho que cada um sabe, apenas posso dizer que NUNCA, JAMAIS poderei expressar o quão grata sou por ter pessoas tão extraordinárias à minha volta.

De qualquer modo, claro que nem tudo é um mar de rosas, claro que vão existir dias muito difíceis, mas também acho que a maneira como nos posicionamos diante deles influencia a resolução, ou não, destes dias. Apesar de me ter rodeado de família, houve dias muito complicados, em que percebemos o quão frágeis e o quão sozinhos estamos no mundo. Por isso, acho deveras importante aprendermos primeiramente, a viver sempre connosco e em harmonia e só após aprendermos realmente a fazê-lo, aí então nos relacionarmos com os outros. Muitas vezes, acabei por esperar também em demasia das outras pessoas sem perceber que nenhum deles estava a passar pelo mesmo processo que eu, logo, só eu me poderia ajudar a mim própria. Isso pode levar a um turbilhão imenso de sentimentos desagradáveis que acabam por ser desnecessários. Assim sendo, encham-se de coragem, e façam aquilo que vos faz felizes. Isto mais uma vez é válido para toda a gente.

They say that it is in difficult times that we know the real friends, personally I have had proof of this. I do not know if I had been able to get over things if they were not them, just as I have a full notion today that I do not know how to live without them. They are one of the most important pillars of my life.

I could describe here the myriad support actions I have had and have from each one so far, but I do not think I would ever do them justice. Sometimes there are small attitudes that seem almost insignificant, but to this day I can not describe how much these attitudes mean to me. I remember calling me every week to find out what it was like after taking the weekly injections. Actually, there are times that are priceless and fortunately I think I could stay here months to talk about everything I had and I have fantastic and flowing daily from everyone.

As advice, I can give this one: "fill up with people around you at these times". Not people, people, but family. In the family I include all who are heart, whether of blood or not. The family we chose. Those people who will always be there regardless of everything. I dedicate this text to them. I do not need to mention names, because I think everyone knows, I can only say that NEVER, I can NEVER express how grateful I am for having such extraordinary people around me.

Anyway, of course, not everything is a sea of ​​roses, of course there will be very difficult days, but I also think that the way we stand before them also influences the resolution, or not, of these days. Despite having surrounded me with family, there have been very complicated days when we realize how fragile and how alone we are in this world. Therefore, I think it is very important to learn first, to live always with us and in harmony and only after we really learn to do it, then we relate to others. Many times, I ended up expecting too much from other people without realizing that none of them were going through the same process as me, so only I could help myself. This can lead to a huge swirl of unpleasant feelings that turn out to be unnecessary. So be filled with courage, and do what makes you happy. This once again holds true for everyone.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.