Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Me, myself & EM

O meu blog :) Finalmente!!! Espero que possa contribuir, de alguma forma, com alguma "ajudinha" a toda a gente que padece e partilha de EM (ou a dita cuja, Esclerose Múltipla). A todos, desejo: "Um dia de cada vez"!

Me, myself & EM

O meu blog :) Finalmente!!! Espero que possa contribuir, de alguma forma, com alguma "ajudinha" a toda a gente que padece e partilha de EM (ou a dita cuja, Esclerose Múltipla). A todos, desejo: "Um dia de cada vez"!

Surto

IMG_20180905_092839_180.jpg

 

Ainda não tinha dedicado nenhum post a este assunto, o que foi uma falha grave, gravíssimaaaaaaa!!!!

É considerado surto todo o novo sintoma que surja e que se mantenha por mais de 24 horas.

Para mim, inicialmente, foi o mais difícil de filtrar. Até porque com o stress acumulado, tinha dormências a toda a hora, nas mãos ou pés… Enfim, todo um turbilhão de coisas para pensar e sentir.

Quando são apenas dormências, a minha neurologista na altura aconselhou-me a registar o sintoma mas que não é necessário procurar ninguém, basta registar. O importante é o sintoma manter-se por mais de 24 horas, para ser considerado surto. Se for dormência na mão, tem de persistir durante mais de 24 horas. São os surtos que ajudam na determinação da evolução da doença ou não. Se tivermos mais de dois surtos por ano, por exemplo, pode ser necessário o reajuste de medicação, por isso, é imperativo a atenção dada aos novos sintomas. O problema é que neste caso, os sintomas podem ser variados. Já encontrei pessoas que ficaram com incontinência dum momento para o outro, outras que viam a dobrar (diplopia), outras que perderam a locomoção… Eu por enquanto, mantenho-me em oscilação entre dormências e nevrites ópticas (inflamação do nervo óptico). No caso das nevrites, costumo sentir uma neblina no olho. Uma dica, é taparem o olho contralateral e tentarem ler ao longe alguma coisa que normalmente conseguiriam ler. Se não conseguirem, é crucial procurarem o vosso médico ou irem às urgências. Isto porque se o nervo óptico for afectado, podem piorar os sintomas e eventualmente levar à cegueira, se não tratado atempadamente. O nervo óptico não regenera, logo é importantíssimo tratar logo os sintomas de nevrite assim que surjam. Uma vez, fiquei com o lado esquerdo do corpo dormente até ao joelho. Neste caso, decidi também procurar o médico, porque era uma extensão demasiadamente grande. Basicamente, é tentarem arranjar aqui também um ponto de equilíbrio, para não descurarem este assunto, nem para perderem tempo em irem ao médico a toda a hora. Ponderação, sempre...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.